Poluição do ar pode agravar doenças da pele e acelerar envelhecimento

Poluição do ar pode agravar doenças da pele e acelerar envelhecimento

A poluição do arcontém diversos componentes muito maléficos para a nossa saúde, com destaque para as matérias particuladas. Oaumento desses poluentes ambientais devido à industrialização e à urbanização está altamente associado à morbidade e mortalidade em todo o mundo, sendo considerado um dos problemas de poluição ambiental mais severos. As matérias particuladas causam diferentes problemas de saúde, afetando também a saúde da nossa pele.

 

Poluição do arinduz estresse oxidativo e inflamação na pele

 

Diversos estudos epidemiológicos recentes mostram que as matérias particuladas estão associadas a uma maior desenvolvimento e exacerbação de diferentes doenças da pele. Uma revisão publicada no jornal internacional Life Sciences enfatiza a correlação entre a presença de matérias particuladas no ar e doenças da pele, além dos mecanismos imunológicos relacionados. Os pesquisadores explicam que esses poluentes induzem umestresse oxidativo através da produção de espécies reativas de oxigênio e secreção de citoquinas pró-inflamatórias, como TNF-α, IL-1α e IL-8, ou seja, a exposição da pele à matérias particuladas gera um aumento da produção de radicais livres e de fatores inflamatórios.

 

Matérias particuladas aceleram o envelhecimento da pele

 

Além de exacerbar doenças da pele, os pesquisadores desse estudo também demostraram que a poluição do ar é capaz de acelerar o envelhecimentoda pele. O contato com essas matérias particuladas é capaz de gerar radicais como o superóxido e o radical hidroxila, aumentando a expressão de metaloproteinases de matriz (MMPs), incluindo MMP-1, MMP-2 e MMP-9, resultando, assim, na degradação do colágeno da pele. Esses processos levam ao aumento das doenças inflamatórias da pele e também ao envelhecimento da pele.

 

Poluição do ar pode gerar queda de cabelo e câncer de pele

 

Os poluentes ambientais podem causar diversas doenças de pele, queda de cabelo e até câncer. A fumaça do cigarro, um poluente ambiental bem conhecido como agente oxidante, está intimamente relacionada com o aparecimento e piora daalopecia androgenética (AGA). Além disso, partículas ultrafinas (UFPs), incluindo carbono negro e hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (HAP), aumentam a incidência de câncer de pele.

 

Poluentes ambientais podem causar rugas, manchas e flacidez

 

Portanto, o aumento dos níveis de poluição do ar, principalmente de matérias particuladas, está altamente associado ao desenvolvimento de várias doenças da pele através da geração deestresse oxidativo e citocinas inflamatórias. A boa notícia é que o uso de anti-oxidantes e anti-inflamatórios pode ser útil para o tratamento de doenças de pele induzidas pela poluição, além de prevenir outros efeitos da poluição na pele, como degradação do colágeno e aparecimento de rugas, manchas e flacidez.

Give a Reply